Earthspace fala sobre o lançamento do seu primeiro álbum "As Above, So Below"

Earthspace irá lançar o seu primeiro álbum "As Above, So Below" no dia 22 de maio, pela gravadora sul-africana Nano Records. Confira o bate-papo com o produtor brasileiro Matheus Nogueira, o criador deste grande projeto de Psychedelic Trance e saiba mais!

Marina Tavares em 08 de Maio de 2017

Marina Tavares – Quais são as suas influências musicais?

Earthspace - Tenho muitas e por incrível que pareça o que menos ouço nos tempos livres é Psytrance. Desde a adolescência sempre fui muito fã de heavy metal e suas vertentes, rock clássico e é basicamente o que ouço em casa e nas minhas paradas em aeroportos.

 

Marina Tavares – Como é fazer parte da família Nano Records?

Earthspace - Sem sombra de dúvidas é uma satisfação gigante. A Nano sempre foi conceituada por sua qualidade de lançamentos e de sempre trabalhar com artistas renomados. Quando recebi o convite fiquei em choque, já havíamos lançado um EP mas o convite só veio depois. Foi uma realização de um sonho e uma das coisas que faltavam para me fazer trabalhar no meu primeiro álbum.

 

Marina Tavares – Fale-me sobre o lançamento do seu primeiro álbum “As Above, So Below”.

Earthspace - As Above, So Below é resultado de quase um ano e meio de trabalho. Foi algo muito significativo para mim, após todos esses anos finalmente ter conseguido terminar um álbum. Já havia tentado começar um álbum diversas vezes, porém nunca ficava satisfeito e acabava por mandar as tracks para compilações e EPs. Uma vez sentei no meu estúdio e a track título do álbum "As Above, So Below" saiu em 2 dias, foi algo que realmente me sacudiu e me fez pensar: É a hora do álbum. Este trabalho é reflexo de muita coisa que gosto e estudo. São 9 tracks no total, entre elas 4 colaborações.

Marina Tavares – O álbum contém algumas colaborações, você pode nos contar um pouco mais sobre elas?

Earthspace - Quando comecei a produzir o álbum, fiquei em dúvida se teria ou não colaborações, no final decidi que seria ótimo ter um mix de ideias com alguns artistas. A primeira colaboração foi com o britânico Magik, já acompanhava o seu trabalho e gostava bastante. Fizemos a track "Hand of the Witch" que foi lançada como single, um teaser do álbum e a recepção foi maravilhosa. De brasileiro, o álbum contém uma track em parceria com Burn in Noise, ele não precisa de introdução, ele é o nosso herói! Convidei o duo grego Ingrained Instincts que são da Sangoma Records. Amo o estilo deles e como eles trabalham com sintetizadores modulares também, o resultado foi uma track chamada "Capricorn" e tem uma pegada bem mística, uma das minhas favoritas. E por último, uma track junto com os britânicos do Tongue and Groove, uma track diferente para encerrar o álbum em 132 bpm! Foi uma grande diversão produzir essa faixa. Espero que gostem!

 

Marina Tavares – Você é considerado um dos maiores talentos entre os artistas de Psychedelic Trance do país. Como é receber esse reconhecimento do público?

Earthspace - Não me considero um dos maiores talentos, temos muitos artistas brasileiros na estrada fazendo um trabalho maravilhoso, não podemos esquecer deles. Mas sim, de fato é uma honra saber que o público te abraça e acompanha a sua música. Sempre tentei ser o mais honesto com meu trabalho, fazendo o estilo de música que amo e acho que isso acaba chegando no público e recebo o carinho deles de volta de uma forma maravilhosa e verdadeira. Lei da atração.

 

Marina Tavares – As suas apresentações no Soulvision Festival são sempre emocionantes. Como foi tocar lá esse ano?

Earthspace - Soulvision é o nosso canto do coração para passar o carnaval. Todo ano uma surpresa maravilhosa. Em termo de pista, produção e organização é um festival impecável. Esse ano fiquei bem animado pois toquei a noite e foi um desafio maravilhoso, pude testar uma série de tracks novas que tem uma pegada mais noturna e que encaixou feito uma luva. Foi memorável.

Marina Tavares – O que mantém vivo o seu amor pela música eletrônica? O que você ama nos festivais de Psychedelic Trance?

Earthspace - Música eletrônica em geral é a minha paixão desde os meus 14, 15 anos, desde quando comecei a ir para minhas primeiras festas e botei na cabeça que queria aquilo para mim, queria ser um produtor musical e levar a minha música para o mundo todo, para os mais variados festivais e dos últimos 6 anos até hoje é o que vem acontecendo. É uma alegria imensa poder me apresentar em festivais ao redor do nosso país e do mundo. São nos festivais onde tudo acontece, onde tudo pulsa de uma forma visceral e única, musicalmente e culturalmente falando.

 

Marina Tavares – Você irá fazer uma turnê pela Europa nesta temporada de verão?

Earthspace - Sim. Em janeiro deste ano estive por lá também, mas era inverno e foi em um evento bem bacana, mas o que mais esperamos sem sombra de dúvidas é o verão. Estou bem ansioso por esta quinta tour de verão. Me apresento em 4 festivais: Ozora Festival (onde além de apresentar o Earthspace, será a estréia do meu projeto com Braincell, chamado MELTING POINT), Sonica Festival (Itália), Wonderland Festival (Alemanha), Hadra Festival (França) e ainda tem uma festa indoor. Vai ser um mês bem agitado.

Marina Tavares – Vamos finalizar com uma mensagem para os seus fãs.

Earthspace - Queria agradecer por todo este apoio ao decorrer dos últimos anos, tudo é feito com muito amor e carinho para vocês e sem vocês, nada disso seria possível. Espero que gostem do álbum tanto quanto eu gostei de produzi-lo. Nos vemos em algum dance floor muito em breve.

 

A pré-venda do álbum já começou no Beatport! 

 

Earthspace

 

Comente!

Antes de desembarcar no Brasil para o Solaris Festival, os alemães do Protonica conversaram com a gente, confira! (Interview available in English)
Personalidades da cena falam sobre o Pulsar Festival e dão suas dicas, confira!
Entrevista com Pedro Carvalho, o criador do ZNA Gathering, que acontece bienalmente em Portugal. O festival tem o intuito de preservar e difundir a cultura Trance, afirmando-se como o maior festival Old School do mundo.
Saiba tudo sobre o evento que vai dar início a grande festa!

psicodelia_org

Instagram: @psicodelia_org