Quanto custa ir para o Universo Paralello?

O UP é sonho de consumo de 9 entre 10 fãs de festivais aqui no Brasil. Mas quanto custa passar uma semana por lá?

Camila Canabarro em 04 de Setembro de 2015

Destino certo de ano novo para quase 20mil pessoas, o Universo Paralello acontece a cada dois anos na praia de Pratigi na Bahia. São 7 dias de muita música, arte e cultura alternativa em uma praia paradisíaca, sem luxo, e convivendo com pessoas das mais variadas culturas e crenças. Sem dúvida é uma experiência intensa e que vale muito a pena, mas quando conto que já fui para o UP, a primeira coisa que as pessoas perguntam é: “Você gastou muito?”

A verdade é que você consegue aproveitar os sete dias de festival investindo bem o seu dinheiro. Então se o seu objetivo é curtir o Universo Paralello e não começou a se planejar deve fazer isso o quanto antes. 

Para viver os 7 dias de festival você deve ter em mente que vai precisar gastar com tudo isso:

  • Passagem e translado para a Bahia
  • Ingresso
  • Hospedagem (se você não optar por camping)
  • Alimentação/bebidas

Ingresso

O primeiro passo é se atentar com o ingresso, pois, a cada lote que passa o preço aumenta. Até novembro os ingressos serão vendidos por R$520,00, após essa data existe um acréscimo de R$70,00. 

  • Você pode comprar online: http://goo.gl/xenrG3
  • A venda também acontece nos pontos de venda http://goo.gl/AW6LKf
  • As condições de pagamento são facilitadas, podendo ser parceladas no cartão de crédito, se preferir débito automático ou boleto bancário.
  • Crianças de até 12 anos não pagam para entrar no evento

Passagem

Se como eu você também mora bem longe da Bahia deve ficar atento com as passagens. Viajar de avião para o nordeste do Brasil muitas vezes é tão caro quanto viajar para o exterior!

Por outro lado,  o preço das passagens aéreas são uma coisa louca. Às vezes acontecem promoções de última hora e uma passagem que na média custa R$1mil pode ser oferecida por R$ 500,00 na madrugada. Por isso mesmo é bom checar os sites das companhias aéreas durante o processo de decisão de compra. A média de preço é R$1.200,00 (ida e volta), mas já vi muitas pessoas comprarem por R$600,00 (ida e volta).

Também é importante lembrar que existem 2 rotas possíveis para se chegar à cidade de Pratigi. A mais utilizada é indo por Salvador, mas também existe a opção de ir por Ilhéus. Dependendo da sua cidade de origem, a seunda opção pode ser mais vantajosa.

Abaixo tem uma busca rápida que eu fiz, a primeira imagem é do site decolar.com e a segunda direto no site da Gol. 

 

Decolar.com (saída: 26/12 Volta: 04/01) Curitiba-Salvador

 

Voegol.com.br  (saída: 26/12 Volta: 04/01) Curitiba- Salvador

Sites como o Decolar.com possuem um serviço em que avisam você quando uma passagem atinge um preço que você deseja pagar. Você pode ativar essa função e também pesquisar toda semana nos sites das companhias aéreas, especialmente na parte da madrugada.

Também é importante lembrar que existem diversas excursões de ônibus saindo de todos os lugares do Brasil. Nesse caso, é importante pesquisar a reputação da excursão, saber se eles têm experiência nesse tipo de atividade e se já tiveramalgum tipo de problema.

Translado

Um ponto de deve-se levar muito a sério é o translado! Não importa se você vai por Salvador ou Ilhéus, você com certeza vai precisar de um. Em nossa última ida para o Universo Paralello muitos amigos reclamaram das empresas de transporte, e não é qualquer reclamação! Muitas pessoas pagaram pela passagem de volta e na hora de ir embora a empresa desapareceu, não tinha ninguém para buscar esse público que foi para o evento, nenhum ônibus e nenhuma satisfação dos organizadores desse translado. Então, procure pesquisar a reputação da empresa que você está contratando. Pessoalmente indico a Brasil Oriente, além do ótimo atendimento eles são muito organizados, tem muitos funcionários, estão sempre prontos para dar qualquer informação e o mais legal: a empresa tem até um balcão de check in dentro do aeroporto!

O translado vai custar em média R$300,00

Transporte na entrada do Festival

A entrada do festival fica a uma longa distância do camping e palcos. Para chegar até lá você pode enfrentar uma meia hora de caminhada na areia, ou optar por 2 meios de transporte:

  • Bugue: existem vários bugueiros que levam você da entrada até o camping por preços que variam entre R$ 15,00 e R$ 30,00 por pessoa e por viagem. Se você só pretende sair do festival para ir embora, é uma boa opção.
  • Caminhão pau-de-arara: esse é o transporte mais popular. De hora em hora um caminhão leva e trás pessoas para o lado de fora do festival. Na última edição a passagem custava R$ 50,00 por pessoa. A vantagem é que a taxa é única e você pode usar o transporte sempre que quiser sem pagar a mais por isso.

Hospedagem

Muita gente aluga casa e não vive o festival direito. Aconselho ficar nas barracas, além de economizar um BOM dinheiro, a experiência dentro do festival se torna muito mais intensa. O UP oferece um amplo espaço para camping e suporte para a sua estadia como chuveiros e banheiros sem nenhum custo extra.

Mas se você acha que isso vai atrapalhar sua experiência de alguma forma, existe um sistema de camping chamado de Overland. A proposta é ser um meio termo entre camping e hostel: existem ventiladores, café da manhã, camas e diversos outros "luxos". 

Alimentação/Bebidas

Passar 7 dias em um festival como o Universo Paralello pode ser revigorante para a mente, mas é bem desgastante para o corpo, por isso, a alimentação é um assunto que precisa ser levado a sério. Algumas pessoas optam por levar comida e utensílios para utilizar a cozinha comunitária do festival. É viável porém, não aconselho. Você vai precisar carregar panelas de um lado para o outro e acabará empregando muito tempo do dia na tarefa de cozinhar e lavar louça.

A segunda e mais óbvia opção é a praça de alimentação. Lá você irá encontrar uma grande variedade de opções, desde culinária vegana, sanduíches, pizzas até buffet por kilo de comida caseira. É a opção mais prática, porém mais cara. Na última edição havia sanduíches bem simples sendo vendidos a R$ 20,00.

A terceira opção é a mais em conta: se você pagou pelo pau-de-arara, a dica é almoçar do lado de fora do UP. Lá existe uma pracinha onde moradores da regiao vendem todo tipo de comida, desde PFs até salgados bons e mais baratos do que os preços praicados dentro do festival.

Outra questão são as bebidas: se você fica só na água, gastará consideravelmente menos do que outra pessoa que não fica sem bebida alcoólica.

Ao fazer suas contas o ideal é colocar um gasto de aproximadamente R$120,00/dia para comida e bebidas. 

Refazendo as contas:

  • Ingresso: R$ 520,00 
  • Passagem/Translado: R$1200,00 (passagem) + R$300,00 (translado) + R$50,00 (pau de arara)
  • Alimentação: R$ 840,00
  • Total: R$ 2.910,00

Note que isso é uma extimativa levando em conta o valor médio dos gastos dentro de festival. Também devemos levar em conta que nesse tipo de viagem sempre surgem pequenos gastos que não estavam previstos. Ao mesmo tempo você sempre pode reduzir custos aqui e ali aproveitando uma promoção de passagens ou ao abrindo mão de pequenos luxos/confortos. 

Se vale a pena? Com certeza!

 

Comente!

O Uso de Testes Colorimétricos em Contexto de Festas
Raja Ram e Simon Posford chegam ao 6º trabalho de estúdio em 20 anos de parceria
Conheça os DJ’s que irão se apresentar no UP com diferentes projetos
Conheça o festival que oferece uma biblioteca como espaço alternativo para o público
Confira os detalhes do cancelamento

psicodelia_org

Instagram: @psicodelia_org