Universo Paralello Festival 13

Saudades do Universo Paralello Festival? Fique por dentro do que rolou na 13° edição do maior festival do Brasil e um dos melhores do mundo! Confira a vivência no universo através do relato da escritora Marina Tavares; fotos incríveis do projeto Coletiva.a.mente coordenado por Lauro Medeiros; belas imagens de Vinícius Senna; recordações maravilhosas de Fabrizio Quirino do Pratima; registros emocionantes de Leandro Quartiermeister; vídeos contagiantes por UP Audiovisual; e entrevistas com grandes nomes do Psychedelic Trance mundial: Tristan, Zephirus Kane, e Sun Project.

Marina Tavares em 14 de Fevereiro de 2016

Aconteceu entre os dias 27 de dezembro e 04 de janeiro, a 13° edição do Universo Paralello, em Ilha de Pratigi, na Bahia. O festival é o mais importante do Brasil e um dos mais importantes do mundo! O evento que acontece a cada dois anos é conhecido mundialmente, atraindo pessoas dos mais diversos lugares do planeta! O Universo Paralello é uma mistura de várias etnias, idades, classes sociais...

Foto: Coletiva.a.mente (Greicy Oliveira)

Foto: Fotógrafo Vinicius Senna

Foto: Coletiva.a.mente (Lisandra Mourão)

Foto: Coletiva.a.mente (Lisandra Mourão)

Foto: Coletiva.a.mente (Cor e Ação, feito com o Coração)

Foto: Coletiva.a.mente (Cor e Ação, feito com o Coração)

Foto: Coletiva.a.mente (Lisandra Mourão)

Foto: Coletiva.a.mente (Mariane Quaglia)

Foto: Pratima Photography

Foto: Fotógrafo Vinicius Senna

Foto: Coletiva.a.mente (Lisandra Mourão)

Foto: Coletiva.a.mente (Vinicius Senna)

Foto: Coletiva.a.mente (Lauro Medeiros Fotógrafo)

Foto: Pratima Photography

Foto: Fotógrafo Vinicius Senna

Foto: Coletiva.a.mente (Lisandra Mourão)

Foto: Coletiva.a.mente (Lisandra Mourão)

O lugar onde acontece o festival é simplesmente maravilhoso! Uma das praias mais bonitas do Brasil! A estrutura montada é como uma mini cidade, com área de comércio, alimentação, descanso, e é claro, muita diversão! A área de alimentação conta com as mais variadas opções... Açaí, massas, sanduíches, pizzas, comida vegetariana, yakisoba, sucos, e comidas típicas da Bahia, sendo a mais requisitada o Acarajé! O festival contou com uma cozinha comunitária, que também foi uma área de interação para o público. O mais interessante é que foi oferecida uma horta com opções de tempeiros. Próximo ao festival também encontrávamos muitas opções de alimentação, com preços acessíveis... Outra opção era comer na ilha dos pescadores... A área de comercio é uma mistura de hippies do mundo inteiro, e pessoas de todas as idades... Algumas crianças que pareciam já pertencer a esse mundo paralelo.

Foto: Coletiva.a.mente (Danilo J.S)

Foto: Coletiva.a.mente (Lisandra Mourão)

Foto: Pratima Photography

A praia paradisíaca e encantadora, era um refúgio nas horas de descanso e lazer...

Foto: Coletiva.a.mente (Cor e Ação com o Coração)

Foto: Pratima Photography

O mar era o lugar favorito de crianças do mundo inteiro!

Foto: Coletiva.a.mente (Henrique Marques)

Foto: Coletiva.a.mente (Cor e Ação, feito com o Coração)

Com os adultos não foi diferente... Uma estrutura foi montada para o público poder curtir o festival nas alturas!

Foto: Coletiva.a.mente (Vinicius Senna)

Foto: Coletiva.a.mente (Cor e Ação, feito com o Coração)

O festival contou com os mais variados estilos musicais! Música eletrônica, reggae, e rap tocaram durante oito dias, em sete ambientes diferentes, com seis palcos, para os mais variados gostos e estilos: Chill Out, 303 Stage, Tortuga, Main Floor, UP Club, e Palco Paralello. O Circolou foi uma área que recebeu muitos elogios do público, sendo chamado de coração do festival... Lá encontrávamos as mais diversas atividades, como slackline, aulas de yoga, exposições, capoeira, malabares, conscientização sobre drogas, palestras, espaço de cura, cinema, dança...

Foto: Coletiva.a.mente (Greicy Oliveira)

Foto: Coletiva.a.mente (Cor e Ação, feito com o Coração)

Foto: Coletiva.a.mente (Cor e Ação, feito com o Coração)

Foto: Coletiva.a.mente (Cor e Ação, feito com o Coração)

Foto: Coletiva.a.mente (Prieto Films)

Foto: Coletiva.a.mente (Danilo J.S)

Ao lado estava o Chill Out, localizado em frente a praia... A abertura foi no dia 27... Essa área de música, descanso e relaxamento, é uma das mais importantes do festival!

Foto: Coletiva.a.mente (Lisandra Mourão)

Foto: Coletiva.a.mente (Lauro Medeiros Fotógrafo)

Foto: Coletiva.a.mente (Silvio Sato)

O palco 303 também deu início a celebração no dia 27, com o projeto português Techyon! O 303 é o palco favorito de grande parte do público, sendo também localizado em frente o mar, contando com uma brisa gostosa e muito som de qualidade!

Foto: Coletiva.a.mente (Danilo J.S)

O Tortuga Stage deu inicio no dia 27, e também era localizado em frente a praia... O lugar oferecia cervejas importadas e artesanais, e tocava sons variados, como rap...

Foto: Coletiva.a.mente (Lisandra Mourão)

Foto: Coletiva.a.mente (Silvio Sato)

No dia 28 foi a abertura tão esperada do Main Floor... Um pouco antes começou a chuviscar, talvez para acalmar o animo do público, que já aguardava ansiosamente!

Foto: Coletiva.a.mente (Lucas Chaves)

Foto: Coletiva.a.mente (Danilo J.S)

O responsável pela abertura foi o projeto nacional de Progressive Trance Zanon... O mesmo sistema de irrigação da última edição foi usado na pista principal, proporcionando alivio do calor escaldante da Bahia!

Foto: Coletiva.a.mente (Danilo J.S)

Os criadores da decoração da pista principal foram os sul-africanos da Artscape! Eles são responsáveis pela decoração dos festivais mais importantes do mundo, como o Boom! O palco com formato de um barco foi simplesmente o mais lindo que já vi! E muitas pessoas comentaram que foi o mais lindo de todas as edições! A Medusa que chamou atenção do público, abriu os olhos durante algumas noites...

Foto: Coletiva.a.mente (Lauro Medeiros Fotógrafo)

Foto: Coletiva.a.mente (Lauro Medeiros Fotógrafo)

Foto: Coletiva.a.mente (Cor e Ação, feito com o Coração)

Foto: Coletiva.a.mente (Lisandra Mourão)

Foto: Coletiva.a.mente (Danilo J.S)

Foto: Coletiva.a.mente (Silvio Sato)

No final da tarde tocou o projeto nacional Logica, abrindo com o remix da track Techmology do Rinkadink, o que me atraiu para a pista...

Foto: Coletiva.a.mente (Silvio Sato)

Foto: Coletiva.a.mente (Lisandra Mourão)

Foto: Coletiva.a.mente (Danilo J.S)

Foto: Coletiva.a.mente (Henrique Marques)

Foto: Coletiva.a.mente (Silvio Sato)

Foto: Coletiva.a.mente (Cor e Ação, feito com o Coração)

A noite tocou o projeto israelense Outsiders, um dos meus favoritos!

Vídeo: UP Audiovisual

Grandes nomes se apresentaram, como Nevermind, Justin Chaos, Daksinamurti, Shotu... Destaque para EVP! 

No dia 28 foi a abertura da pista UP Club... A pista é localizada em frente ao mar... Destaque para Gui Boratto! 

Foto: Coletiva.a.mente (Prieto Films)

Foto: Coletiva.a.mente (Prieto Films)

O Chill Out contou com muita diversidade musical, desde reggae até grandes projetos como Yagé! 

No dia 28, a pista 303 começou o dia com Goa Trance, com o projeto nacional GOAstral! A tarde foi seguida com muito Progressive, e a noite com Psytrance! Na madrugada os bpms aceleraram com projetos como Tyamat e Marambá. No dia 29, quando cheguei à pista principal, o sol brilhava ao som contagiante de Twelve Sessions! O palco recebeu grandes nomes internacionais, como Critical Choice, Emok, Ticon... À noite, o mexicano Shove tocou um dos melhores sets, totalmente Old School, me atraindo para o Front Stage! Seguido pelo japonês Spectra Sonics; e logo após o brasileiro Earthspace, um dos melhores projetos da cena nacional! Também se apresentou o projeto alemão Electric Universe, um dos meus favoritos, tocando grandes hits como The Prayer! Destaque para Reality Grid! 

O Palco Paralello deu início no dia 29... Nesse dia rolou um show do Emicida, e grande parte do público foi atraído para lá... 

Foto: Coletiva.a.mente (Cor e Ação, feito com o Coração)

Foto: Coletiva.a.mente (Prieto Films)

No dia 30, o Main Floor começou o dia tocando Goa Trance, uma das minhas vertentes favoritas, com o projeto Psychowave, o maior projeto nacional de Goa! A tarde contou com muito Progressive Trance, com projetos como Max Grillo, Joel Rowdy, Fabio Fusco, Moon, e Krama. Ao entardecer, começou um dos momentos mais aguardados, uma sequência maravilhosa de Progressive Dark, com projetos da Zenon Records! Começando com um versus dos irmãos Tetrameth & Shadow FX! Essa foi uma das apresentações mais elogiadas do Main Floor! Dando sequência com Fabio Leal, o representante brasileiro da gravadora... Depois foi a vez do australiano Ryanosaurus... Seguido por Pspiralife, um dos projetos que mais ouço no momento! O produtor da Tasmânia tocou tracks do seu novo álbum The Middle Way... Se você ainda não conhece, vale a pena conferir!

Logo após foi a vez do Electrypnose, que tocou por uma hora e meia, e parece que nunca é o bastante... O suíço criou uma das melhores viagens musicais, aqueles momentos que era difícil abrir os olhos, entrando totalmente em transe... Esse foi um dos lives mais elogiados por todos na pista! A madrugada acelerou os bpms, com projetos como Nargun e Cosmo! Essa foi uma das melhores noites do festival!

Foto: Coletiva.a.mente (Danilo J.S)

A madrugada da pista 303 também contou com grandes nomes, como o veterano Dickster!

Vídeo: UP Audiovisual

O dia 31, como não poderia ser diferente, foi incrível! Quando cheguei no Main Floor, estava tocando o projeto nacional Mental Broadcast... Seguido pelo ídolo Wrecked Machines, que emocionou o público quando tocou o seu maior hit, o remix da track Enjoy The Silence, do Depeche Mode. Outro projeto muito esperado foi o grego Martian Arts. 

Destaque para o veterano Etnica! Eu tive o gostinho de poder curtir pela primeira vez, os também veteranos ManMadeMan! O casal esbanja talento e energia!

Os britânicos foram seguidos pelo projeto mais antigo de Dickster, o The Green Nuns Of The Revolution!

Confira o vídeo tocando o seu maior hit, a track Rock Bitch!

Depois foi o momento do break, e das preparações finais para a grande virada! Às 23 horas, o grande mestre Raja Ram tocou no Main Floor o seu projeto ambiente Sphongle... Foi uma apresentação divina! A pista principal estava em festa, na virada começaram os fogos de artifícios, e o The First Stone! Foi incrível, esse é o meu projeto favorito da cena nacional! Foi uma noite muito especial, com música de qualidade, alegria, e abraços... Foi simplesmente a melhor virada da minha vida!

Vídeo: UP Audiovisual

Foto: Coletiva.a.mente (Lauro Medeiros Fotógrafo)

Foto: Coletiva.a.mente (Mariane Quaglia)

Os produtores foram seguidos por uma super sequência com os britânicos Tristan, Dickster, e Avalon!

Foto: Coletiva.a.mente (Lauro Medeiros Fotógrafo)

Eu tive o prazer de fazer uma entrevista com Tristan, um dos melhores nomes do Psychedelic Trance de todos os tempos, o link se encontra no final da matéria. Os projetos foram seguidos por GMS, Ekanta, e Sonic Species... Destaque para o alemão Sun Project! Confira uma entrevista com o veterano do trance, o link se encontra no final do review.  

Na pista UP Club, a madrugada contou com grandes projetos, como Boris Brejcha e Gabe...

Foto: Coletiva.a.mente (Silvio Sato)

Foto: Coletiva.a.mente (Mariane Quaglia)

O primeiro dia do ano começou com muito alto astral! Pela manhã, no Main Floor tocou Progressive Trance com o projeto nacional Capital Monkey...

O momento da apresentação do Vegas foi emocionante, com direito a um casamento realizado em cima do palco! A tarde foi a vez do Psytrance, começando com um dos responsáveis pela TIP Records, o Rikki Rokkit. Ao entardecer foi a vez do Goa Trance, com DJ Inê! A noite seguiu com o projeto nacional Dharana... Aumentando os bpms com Necropsycho!

No Palco Paralello rolou a super apresentação do Highlight Tribe!

Foto: Coletiva.a.mente (Danilo J.S)

No dia 2, o Paralello recebeu um de seus maiores destaques, o Criolo!

Foto: Coletiva.a.mente (Cor e Ação, feito com o Coração)

O Chill Out contou com ótimas apresentações! No dia 2, a pista recebeu super atrações, como Etnica in Dub e Raja Ram! 

Esse foi um dos dias mais especiais no Main Floor... Após receber grandes projetos de Progressive Trance, como Yestermorrow, E-Clip e Second... Foi a vez do Psytrance, com o super veterano Raja Ram!!! 

Foto: Leandro Quartiermeister / Photography 

Foto: Coletiva.a.mente (Muriel Prieto)

Foto: Coletiva.a.mente (Jorge Martin Lerose)

Foto: Coletiva.a.mente (Muriel Prieto)

O padrinho do Psychedelic Trance tocou por uma hora e meia para o delírio de seus fãs! Ouvi e dancei novas tracks, como The Beautiful Garden...

E também vibrei com seus clássicos, como Rock Into The Future...

Essa foi a melhor apresentação do festival! O público vibrou em êxtase! Foi maravilhoso relembrar a época de ouro do trance... Raja Ram é uma pessoa que vibra boas energias, é incrível ver a sua alegria contagiante! Quando contei a ele que a primeira vez que dancei Psytrance foi em uma festa que ele tocou há 11 anos, foi um daqueles momentos que me faz lembrar o porquê me apaixonei pelo Trance! Raj é definitivamente o meu produtor favorito!  

A noite seguiu com grandes projetos, como o brasileiro Burn In Noise. 

Vídeo: UP Audiovisual

A apresentação do Space Tribe foi demais! O britânico é um dos meus projetos preferidos de todos os tempos!

Foto: Coletiva.a.mente (Jorge Martin Lerose)

No 303 Stage rolou uma ótima sequência, com os projetos da Zenon Records: Evil Oil Man, Krumelur, Hellquist, e Ivort! Na madrugada tocou projetos de Psytrance como o brasileiro Technology, e durante o amanhecer rolou Goa Trance com o alemão Aodioiboa!

Foto: Coletiva.a.mente (Danilo J.S)

No dia 3, tocou grandes projetos na pista 303, como Killerwatts (Tristan & Avalon), e Filterheads (K.i.M & Mike).

No Main Floor, se apresentaram ótimos projetos como Loud! Sempre que o israelense toca a track Listen To The Music, o público fica enlouquecido! Como na última edição, uma parte das pessoas que estavam no Front Stage, começaram a subir nas caixas de som! Um momento inesquecível, que somente pode ser vivido no Universo Paralello! A apresentação foi seguida pelo versus de Rinkadink e Element; Talpa, Zyce, e Labirinto... 

Foto: Leandro Quartiermeister / Photography

Ao entardecer, foi a vez de um dos projetos que mais aguardava, o meu DJ favorito: Lucas! O britânico que faz parte da TIP Records, é também responsável pelos projetos Sybarite e Woofers! O DJ tocou por uma hora e meia, o público deu as mãos e começou a dançar fazendo uma roda, foi um momento lindo!

A noite seguiu com projetos como: Hujaboy, Hypnocoustics, Mack, Dust, Master Blasters... Confira a entrevista com Zephirus Kane do Master Blasters, o link se encontra no final da matéria. A madrugada acelerou os bpms ao som de Psymmetrix e Dirty Saffi! O último dia do festival tinha chegado! É incrível como o tempo voa quando estamos em um Universo Paralello! Como perdemos a noção do tempo, e o único motivo da difícil tarefa de descobrir as horas, é somente para não perdermos alguma super atração...

No dia 4, tocaram no Main Floor os projetos Thatha, Ital, Sinerider, Future Frequency, Circuit Breakers...

Foto: Coletiva.a.mente (Jorge Martin Lerose)

Vídeo: UP Audiovisual

Destaque para a apresentação enérgica de KIM!

Foto: Coletiva.a.mente (Lauro Medeiros Fotógrafo)

Vídeo: UP Audiovisual

O sueco tocou antes do encerramento, que é tarefa do querido Swarup! Foi a primeira vez que pude curtir o encerramento, foi lindo e emocionante! Swarup tocou por horas incansavelmente! Foi lindo ver a sua emoção, junto com a sua família no palco, presenciando todo o amor com seus entes queridos! Esse momento mostrou que o Universo Paralello é um festival feito por uma família incrível para seres iluminados do mundo inteiro, que formam uma grande família Trance!

Foto: Coletiva.a.mente (Lauro Medeiros Fotógrafo)

Quero agradecer ao Juarez Petrillo, por proporcionar o melhor réveillon da minha vida! E mais uma vivência linda e inesquecível nesse Universo Paralello! A todos que trabalharam no festival, transformando ele em nossa casa por oito dias, especialmente a Milene Sodré! Gratidão aos meus queridos e talentosos colaboradores: Lauro Medeiros e todos do projeto Coletiva.a.mente; Fabrizio Quirino do Pratima; Leandro Quartiermeister; e Bogea do UP Audiovisual. Ao público maravilhoso que me encantou com todos os seus sorrisos!

Foto: Coletiva.a.mente (Lisandra Mourão)

Foto: Coletiva.a.mente (Cor e Ação, feito com o Coração)

Foto: Fotógrafo Vinicius Senna

Foto: Fotógrafo Vinicius Senna

Foto: Fotógrafo Vinicius Senna

Foto: Coletiva.a.mente (Prieto Films)

Foto: Coletiva.a.mente (Greicy Oliveira)

Foto: Fotógrafo Vinicius Senna

Foto: Coletiva.a.mente (Prieto Films)

Foto: Coletiva.a.mente (Prieto Films)

Foto: Coletiva.a.mente (Prieto Films)

Agradecimentos aos DJs e produtores que tocaram aquele som maravilhoso! Aos novos e velhos amigos, principalmente ao pessoal da TIP Records: Raja Ram, Lucas, e Olli Wisdom... Foi incrível estar com vocês! Gratidão ao mar lindo da Bahia, por todos os momentos de paz e reflexão! 

Foto: Coletiva.a.mente (Danilo J.S)

Realmente, não existe lugar melhor para estar na virada do ano! Não é a toa que é o lugar que escolhi nesses últimos anos... Obrigada ao Trance, por me trazer tantos amigos, tantas viagens, vivências incríveis!!! Eu não trocaria isso por nada! Realmente estive em um Universo Paralello!

Obrigada a todos que leram a minha vivência... Só estando lá para entender... O Universo Paralello é uma experiência essencial a todos os amantes do Trance! Mais do que isso: uma experiência de vida, que posso dizer que vivi intensamente... É uma experiência que abre a nossa mente, expandandindo o nosso consciente... Muito obrigada, nos vemos em 2017!!!  

Foto: Coletiva.a.mente (Mariane Quaglia)

Foto: Fotógrafo Vinicius Senna

 

Texto:

Marina Tavares 

https://www.facebook.com/marinatavaresdealmeida

 

Fotos:

Coletiva.a.mente

https://www.facebook.com/coletiva.a.mente/

 

Fotógrafo Vinicius Senna

https://www.facebook.com/vsenna.fotografo

 

Leandro Quartiermeister | Photography 

https://www.facebook.com/leandroquartiermeister

 

Pratima Photography

https://www.facebook.com/pratimaphotography

 

Vídeos:

UP Audiovisual

https://www.facebook.com/Upteamvideo

https://www.youtube.com/user/upteamvideobr

Comente!

Conheça mais projetos alternativos dos DJs que irão se apresentar no UP#14
O Uso de Testes Colorimétricos em Contexto de Festas
Um dos melhores Line Ups do ano, você não pode perder!
Conheça o festival que oferece uma biblioteca como espaço alternativo para o público

psicodelia_org

Instagram: @psicodelia_org