Nathia Kate: Trance brasileiro sucesso internacional

Publicado em 21/08/2019 - Por

Color Fest Indian Spirit na Chihuahua no Mexico, 2019 – Foto Ivan Olguin

Tem uma artista que tem chamado cada vez mais a atenção da imprensa especializada tupiniquim em 2019. Indicada Melhor Artista Feminina de Trance no Winter Music Conference, que rolou durante o Miami Music Week deste ano, Nathia Kate alcançou
#34 no ranking internacional Trance Podium e desponta também na televisão.

A brasileira, natural de Guaíra, no Paraná, faz questão de mencionar sua origem quando fala sobre sua carreira. “Coloca lá de onde eu vim pois eu me orgulho muito e o pessoal de lá sabe da minha trajetória”, comenta. Saiu cedo do Brasil e a mais de dez anos fez do trance seu modo de viver. Passou pela Ásia, Europa e América do Norte onde no México tem residência e desfruta de uma ampla base de fãs. Sua música alcançou grandes festivais no país como Monterrey Festival, Ultra Music entre outros e Nathia Kate estabeleceu residência no famoso club de Cancun, Boccaccio.

Suas conquistas foram adiante e em Ibiza a artista dividiu palco com Paul Van Dyk no lendário  club Amnesia. O destaque lhe rendeu diversos convites, mas nunca aceitou trocar de estilo. Um convite que Nathia Kate já aceitou foi o de gravar uma série para o Netflix no México quando interpretará homônima DJ. Outro que ela também aceitou foi participar de programa da Rádio Jovem Pan em rede nacional, o que despertou ainda mais a atenção de fãs do trance no Brasil. Será que ela já tem data marcada para vir ao Brasil? O que ela toca por lá? Com tanta coisa interessante sobre essa artista brasileira fantástica, Nathia Kate antes de viajar para Ibiza, preparou um set exclusivo para esta entrevista que você confere só aqui no Psicodelia.org

PSICODELIA: Nathia Kate, obrigado por esta entrevista e por esse set exclusivo para o Psicodelia, ficou demais mesmo! Vamos falar desse lance de você tocar no México… Começar a carreira fora do Brasil foi coisa da vida ou uma estratégia mesmo?

Nathia Kate: Sim, na época eu já morava em Singapura e queria mesmo começar uma carreira fora do Brasil. Estudei a cena de diversos países e escolhi começar minha carreira no México. Eles amam o Brasil e graças a Deus fui muito bem recebida.

Falando sobre a tua linha de som, você sempre se manteve fiel a Trance. Fala mais pra gente sobre essa dedicação ao estilo.

O TRANCE é tudo pra mim, é meu amor eterno. Faço tudo pelo meu gênero musica e sou fiel a ele como o meu público. Na TV busco trazer também o trance a tona nas minhas participações. Eu sempre curti Paul Van Dyk, Paul Oakenfold, Tiesto, Armin Van Buhren e essa é minha linha de som. 

Você tem tido grande atenção por parte da imprensa especializada no Brasil. Como tem sido a recepção do público brasileiro?

Está sendo maravilhoso, finalmente eu vejo meu trabalho reconhecido também na minha terra natal. A cada lançamento, a cada notícia sobre minha carreira eu recebo diversas mensagens nas redes sociais. Um dos mais pedidos era um set novo, que pelo da-a-dia tão atarefado estava difícil de fazer, mas está aqui para vocês (risos)

Nathia, além dessa indicação super importante como Melhor Artista Feminina de Trance no Winter Music Conference, que rolou durante o Miami Music Week deste ano, você também teve bastante destaque no último Trance Podium – o qual acaba de ser divulgado – e você subiu 24 posições este ano, ocupando a posição #34 desse importante ranking internacional.

Sim, é verdade… Nós artistas não podemos nos pautar por rankings, mas fico feliz em figurar num grupos tão seleto. A gente sabe o quanto é difícil ter exposição, ainda mais em nível mundial, ainda mais com milhares de DJs que podem ser indicados. Isso é um reconhecimento dos fãs, das pessoas que curtem meu som, então eu fico muito grata. 

Como recentemente publicado pela DJ MAG, você, além de uma série para o Netflix, participará também de um filme americano, é isso mesmo? Conta para gente um poucos sobre seu envolvimento além da cena eletrônica.

Nossa é uma experiência incrível, nunca passou pela minha cabeça que um dia eu estaria fazendo Filme & Serie etc… Estou adorando e curtindo muito a experiência, sai da minha zona de conforto e estou aprendendo muito. Sem dúvidas isso vai ter um impacto muito positivo para minha carreira. Acabo de gravar uma série para a Netflix do México que se chama “Me Gustan Mayores” onde faço uma DJ também! Inclusive minhas músicas estão na trilha sonora da série. Agora fui convidada para participar também como DJ em outras produções, inclusive um filme de produção americana que também terá músicas minhas.

Na trilha sonora oficial da série as faixas são “Never Forget” e “Samba Comigo”… Por falar em produções suas, o que vem por aí neste sentido?

Faltou mencionar “Tropi ibiza”, que fiz em homenagem ao club de mesmo nome da ilha espanhola. Esse mês vamos lançar na EMPO & +Mas label Buenos Aires uma colaboração com o produtor Argentino Mariano Ballejos. Mais collabs estão por vir também e eu adoraria receber material de artistas brasileiros.

E como podem entrar em contato contigo?

Pela minha página no Facebook é simples e eu respondo sempre que posso.

Nathia Kate, esperamos em breve te ver aqui nos palcos do Brasil. Deixe uma mensagem para o público brasileiro que curte o teu som.

Quero agradecer a todos que estão seguindo minha carreira e a todos que votaram por mim no Trance Podium e comentar que nas gravações da série estamos destacando muito o Brasil, o produtor sempre coloca a Bandeira do Brasil nos cenários e vamos estar divulgando muito o país aqui fora. Sou brasileira com orgulho e espero tocar por aí em breve, para isso conto com o apoio de vocês que curtem o som para passa-lo para frente!

Saiba Mais

Nathia Kate

Receba nosso conteúdo
direto no seu email

Cadastre seu email e receba toda semana nossos conteúdos e promoções! É grátis!

0
    0
    Sua cesta
    Sua cesta está vaziaContinuar na loja