Entrevista com Sator Arepo / Interview with Sator Arepo

Uma entrevista que fiz com Sator Arepo durante sua passagem pelo Universo Paralello Festival 14. / An interview I made with Sator Arepo during his passage through Universo Paralello Festival 14.

Marina Tavares em 19 de Janeiro de 2018

Marina Tavares - Como a música chegou à sua vida?

Sator Arepo - A música sempre desempenhou um papel importante na minha vida. Era sempre a minha maneira de me expressar, me sentindo tanto bem quanto mal.

 

Marina Tavares – Quando foi a sua primeira festa de música eletrônica?

Sator Arepo - Ohh, isso foi bem tarde. Minha primeira festa de música eletrônica foi em 2004/2005. Eu nunca gostei muito de música eletrônica. Desde a minha infância, eu sempre gostei mais de Metal, Grunge e Rap, mas quando descobri o Psychedelic Trance, fiquei imediatamente viciado.

 

Marina Tavares – Conte-me sobre o início da sua carreira.

Sator Arepo – Tudo começou após a minha primeira festa Trance. Eu já costumava tocar com alguns programas de música, fazendo batidas hip hop, mas depois da primeira festa, eu realmente queria saber como essa música era criada. Então, eu tentei e desenvolvi lentamente o meu estilo ou a minha interpretação do Psychedelic Trance. Acho que mais ou menos um ou um ano e meio depois, por sorte uma gravadora da Grécia ouviu a minha música no MySpace, e eu lancei a minha primeira track. Naquele momento, eu nunca pensei que isso me levaria tão longe.  

Marina Tavares – Quais são as suas influências musicais?

Sator Arepo - Hmmm, essa é uma boa pergunta. Eu sou influenciado por muitos estilos de música, mas com certeza também por minha música, e meus parceiros de gravadora da Deviant Force Records e Parvati Records.

 

Marina Tavares – Como foi se apresentar no Universo Paralello Festival?

Sator Arepo - Universo Paralello foi uma experiência inesquecível. Sempre foi um sonho me apresentar lá um dia. Eu estou realmente agradecido por essa oportunidade. Há uma vibração muito especial no festival. Eu me diverti muito e espero voltar lá. 

 

Marina Tavares – Onde foi a sua apresentação que mais te marcou?

Sator Arepo – É difícil escolher apenas uma. Mas, com certeza Universo Paralello este ano, Pulsar Festival 2016 & 2017, e o que eu sempre me lembro 12 horas de set do meu projeto paralelo Cracked Nozes (com Rawar/Lurker) na primeira edição do Haunted Future Festival, na Grécia.

Marina Tavares – O que você acha da cena eletrônica brasileira?

Sator Arepo – A cena brasileira para mim é muito especial. Existem pistas de danças poderosas e uma energia incrível. Eu realmente amo estar e tocar no Brasil.

Marina Tavares – De onde você tira inspiração para criar novas músicas?

Sator Arepo – De quase tudo que me inspira. A maioria das vezes como já foi mencionei, a minha maneira de expressar os meus sentimentos. Então, pode ser uma situação da vida diária, mas também a natureza, ou apenas um clima do momento, ou qualquer experiência.

Marina Tavares – Quais são as novidades em relação aos lançamentos e turnês?

Sator Arepo – Existem alguns lançamentos que virão em breve. E atualmente, eu estou trabalhando em um projeto maior, mas não quero dizer muito por enquanto. Fique curiosa... ;) Sobre turnês, eu já tenho algumas datas confirmadas no Brasil este ano, e mal posso esperar para voltar. Também, eu estou feliz de ir para a Austrália pela primeira vez. O calendário completo de 2018 é publicado no meu perfil do Facebook.

 

Marina Tavares – Você gostaria de deixar uma mensagem para os seus fãs?

Sator Arepo – Obrigado por todo o apoio e a boa energia durante todos os anos! Tamojunto!!! Que a força esteja com você! Mantenha-se deviant ;)

 

Please scroll down for English

Marina Tavares – How did music arrive in your life?

Sator Arepo - Music always played an important role in my life. It was always my way of expression, either I felt good or bad.

 

Marina Tavares - When was your first electronic music party?

Sator Arepo - Ohh, that was quite late. My first trance party was back in 2004/2005. I never really liked electronic music. Since my childhood I was always into Metal, Grunge and Rap but when I discovered Psychedelic Trance I got infected immediately.

 

Marina Tavares – Tell me about the beginning of your career.

Sator Arepo - It all started right after my first Trance party. I used to play around with some music programs before already, making hip hop beats, but after the first party I really wanted to know how this music was created. So I tried around and slowly developed my style or my interpretation of Psychedelic Trance. I think more or less 1 or 1,5 years later I was lucky that a label from Greece got to listen to my music on MySpace and I released my first track. At this time I never thought that it would bring me that far.

Marina Tavares - What are your musical influences?

Sator Arepo - Hmmm, that's a good question. I'm influenced by many styles of music, but for sure also by my music and label partners from Deviant Force Records and Parvati Records.

Marina Tavares - How was it playing at Universo Paralello Festival?

Sator Arepo - Universo Paralello was an unforgettable experience. It was always a dream to perform there one day. I'm really grateful for that opportunity. There’s a very special vibe in that festival. I enjoyed it a lot. I hope to be back there again.

 

Marina Tavares – Where was your most remarkable presentation?

Sator Arepo – It’s hard to pick out only one. But for sure Universo Paralello this year, Pulsar Festival 2016 & 2017 and what I always remember, 12 hours set of my side project Cracked Nozes (with Rawar/Lurker) at the first edition of Haunted Future Festival in Greece.

 

Marina Tavares - What do you think about the Brazilian electronic scene?

Sator Arepo - The Brazilian scene for me is very special. There’s super powerful dance floors and amazing energy. I really love to be and play in Brazil.

Marina Tavares - Where do you get inspiration to create new music?

Sator Arepo – From almost everything that inspires me. Most of the times it's as mentioned already my way to express my feelings. So it can be a situation of the daily life, but also nature or just a mood of the moment or any experience.

 

Marina Tavares - What are the news about tours and releases?

Sator Arepo - There are a few releases in the pipeline which will come out soon. And I’m currently working on a bigger project, but don't want to say too much at this point. Stay curious... ;) About tours, I have already some confirmed dates for Brazil this year, and can't wait to be back. Also I’m happy to go to Australia for the very first time. The full schedule of 2018 is published on my Facebook profile.

 

Marina Tavares - Do you want to leave a message to your fans?

Sator Arepo - Thank you for all the support and good energy through all the years! Tamojunto!!! May the force be with you! Stay deviant ;)

Sator Arepo

https://www.facebook.com/sator.arepo.official/

 

Deviant Force Records

https://www.facebook.com/sator.arepo.official/

Comente!

Das aulas de bateria até a carreira como DJ, conheça a trajetória de William Stancke
Evento retorna depois de 10 anos ausente
DJ israelense produz vídeo com a proposta de levar o público para dentro da pista

Próximos Festivais

Shiva Ohm - A Natureza Mística

16/02/2019

Andradas - Minas Gerais

Atlantic

06/04/2019

Mairiporã - São Paulo

Mo:Dem Festival Teaser Brasil 2019

07/06/2019

Lagoinha - São Paulo

Assine Nossa Newsletter