LOST PARADISE: O paraíso sonoro encontrado pelo Groundbass 2.0. Confira a entrevista exclusiva

Desde a segunda metade dessa década, o psytrance sofreu algumas tranformações nas sonoridades que o originaram.
Publicado em 21/11/2020

Desde a segunda metade dessa década, o psytrance sofreu algumas tranformações nas sonoridades que o originaram.

Thiago Ramos, o Groundbass, foi um dos protagonistas da novela brasileira do chamado Future Prog, ou só Prog mesmo, como é mais reverberado pela galera.
Entre muitos sucessos lançados desde 2008 — ano que o jovem produtor de Floripa começou a mostrar seua arte pro mundo — emplacou diversos hits como Isis Castle (2015)Sentidos (2017) e alguns outros sons que compõem uma história incrível contada nesses 12 anos de carrreira.

Só que: como nem tudo são flores, a vida nos trás mudanças constantes todos os dias. E para aceitá-las e conviver com as mesmas, é preciso coragem para lutar. Com muita bravura, Thiago resolveu em plena virada de ano, fazer uma virada de chave em sua vida musical e assumiu sua identidade 2.0, onde ele trás atualmente sons soturnos, densos e encorpados que encaixam dentro da estética do Dark Progressivo, que mesmo nas trevas sonoras, foi iluminado por essa nova identidade.

Entre idas e vindas, abraços e muita energia compartilhada, hoje ele apresenta o seu mais novo single ao mundo, que sela essa sua nova fase. Lost Paradise é uma leitura sonora com vocal do filme Alien: Covenant , que vem ao mundo em formato de áudio e vídeo que você pode ouvir no final desse texto. Para contar essa história e um pouco melhor sobre o resultado dessa transformação, batemos um papo com ele em primeira mão. Acompanhe a prosa abaixo:

Fala Thiago! Obrigado por se disponibilizar pro papo com a gente. Ficamos muito honrados. Qual foi o momento exato que você sentiu a vontade de falar ‘Hello Darkness My New Friend’?

Foram em duas situações; a primeira foi no Universo Paralelo 2017/2018 com experiencias que obtive na pista naquele festival. Voltei para casa com o sentimento que devia mudar, porem não sei dizer ao certo se eu ainda não estava pronto ou se ainda não era o momento na cena para tal mudança. Continuei procurando e produzindo novas sonoridades mas ainda tocando o som antigo. Então foi em outro festival onde tudo realmente mudou! No Adhana 2018/2019 tive a melhor experiencia de pista da minha vida no ultimo Set do ano que foi do Captain Hook. Nunca tinha sentido o que senti naquele dia escutando Psytrance. Voltei para casa certo do que queria fazer para o meu projeto e decidido a fazer dando certo ou não.

Entre ‘Sentidos’ e o Groundbass de alguns anos atrás, como você classifica que seja esse seu período atual?

Eu resumiria em uma palavra: maturidade! Não só do projeto mas também do Thiago, um garoto cheio de medos e incertezas que com o tempo foi amadurecendo e entendendo o que queria para ele e para o seu projeto.

Com o Dark Progressivo e toda essa sonoridade nova que você assumiu ao virar a chave a algum tempo, você acha que esse passo te ajudou a chegar mais próximo da sua identidade, maturidade ou personalidade sonora?

Eu sempre gostei de sons mais noturnos, full on e de muito techno. Minhas melhores experiencias de pista foram com sons assim. A progressão que esses estilos tem, a continuidade, a musica não parar por quase que nenhum momento me encantava e me levava para lugares ainda desconhecidos dentro de mim. Foi isso que eu decidi levar para o projeto, essa experiencia para os meus ouvintes, essas sensações! Muita gente acha que meu som é Prog Dark, mas não é… Eu peguei um pouco de Prog Dark, um pouco de Techno, um pouco de Full on e um pouco de melodia, juntei tudo dentro da minha cachola e saiu um som novo que acredito estar sendo a minha cara.

Toda mudança gera dor. Você sentiu que houveram perdas no meio do caminho? (fãs/haters/amigos/ etc)

Perdas e ganhos como em qualquer momento da vida de qualquer pessoa, você nunca vai ter 100% de apoio em nada, não importa o que você faça. Hater sempre vai ter! Porem eu sempre tive uma base de fãs muito foda, alguns até demoraram um pouco para entender como qualquer mudança exige. Mas acredito ter mantido a maioria dos que gostavam do som antigo, e o melhor, acho que consegui apresentar uma nova sonoridade a eles. Muita gente me fala que curte sons mais psicodelicos e noturnos por causa da minha mudança, e isso é muito foda!

Quem são suas maiores referências de ontem e de hoje?

Freedom Fighters e Captain Hook! É muito engraçado que eles são as minhas referencias na cena trance mundial de hoje e ontem, pois ambos passaram por essa mutação e foram essenciais para que tudo acontecesse comigo! Me inspirei não só no som mas também na coragem e vontade deles de mudar!

Seus sons sempre apresentaram bastante melodia e personalidade. Como é seu processo criativo hoje?

Eu sou viciado em cinema e séries, adoro como as historias me fazem rever certos pontos e opniões que tenho na vida. Praticamente todas minhas músicas são inspiradas em filmes e series sempre tentando encaixar um vocal para contar uma historia. Então antes de começar qualquer música eu vejo um filme já prestando bem atenção qual vocal eu posso usar.

Pegando pelo nome da faixa e juntando com a história que você me contou a qual envolve a construção dela, você considera que conseguiu achar o seu paraíso musical?

A Lost Paradise é o ponto mais alto do Thiago como produtor, ela tem tudo o que aprendi e vivi até aqui na cena, desde o inicio, passando até pela fase mais comercial. É como se eu juntasse todos os 12 anos como Dj e produtor e colocasse em uma musica! É a cereja do bolo dessa nova fase, com toda certeza.

O que você espera para os próximos dias que estão por vir? E o que podemos esperar dos novos epísodios desse Groundbass SEASON 2?

Eu espero primeiro de tudo que possamos voltar o mais breve possível aos nossos encontros na pista, até para poder testar e mostrar todas as novas músicas que estão saindo. Que alias agora vai ser uma maratona de lançamentos, pretendo lançar pelo menos uma musica por mês ate o final do ano que vem!

Agora que você leu a teoria, vamos pra prática:

Veja o video oficial que acabou de sair. Ouça e Compre a  Lost Paradise  na íntegra pelos links abaixo

 

Venha ver a nossa nova loja!

  • Daft Punk – Harder Better Faster Stronger – Masculina

    Oferta! R$69,90 R$39,90
    ou em até 3x de R$13,30 sem juros
    Sem Juros - PagSeguro
    Comprar
  • Canga – Mandala Dourada

    Oferta! R$94,90 R$79,90
    ou em até 3x de R$26,63 sem juros
    Sem Juros - PagSeguro
    Comprar
  • Caneca Mandala – Nº5

    Oferta! R$34,90 R$24,90
    ou em até 3x de R$8,30 sem juros
    Sem Juros - PagSeguro
    Comprar
  • Cones de incenso para efeito cascata

    Oferta! R$59,90 R$29,90
    ou em até 3x de R$9,97 sem juros
    Sem Juros - PagSeguro
    Comprar
  • Caneca Rick & Morty Nº2

    Oferta! R$34,90 R$24,90
    ou em até 3x de R$8,30 sem juros
    Sem Juros - PagSeguro
    Comprar
  • Caneca Fullon Morning Old School

    Oferta! R$34,90 R$24,90
    ou em até 3x de R$8,30 sem juros
    Sem Juros - PagSeguro
    Comprar
  • Caneca Cogumelo Psicodelia

    Oferta! R$34,90 R$24,90
    ou em até 3x de R$8,30 sem juros
    Sem Juros - PagSeguro
    Comprar
  • Caneca Rick & Morty Nº1

    Oferta! R$34,90 R$24,90
    ou em até 3x de R$8,30 sem juros
    Sem Juros - PagSeguro
    Comprar

Ei, você já entrou
pra nossa lista?

Cadastre seu email e receba conteúdos especiais e promoções exclusivas! É grátis!

0
    0
    Sua cesta
    Sua cesta está vaziaContinuar na loja