Diário do Boom Festival 2018: Dia Três

Confira os relatos de quem está, nesse momento, vivendo o Boom Festival

Eliel Cezar em 26 de Julho de 2018

25 de Julho - DIA TRÊS

 

O Playground Psicodélico

Os boomers são espalhados por todo o lago se divertindo ao sol ou aproveitando a sombra nos vários novos centros sociais que surgiram por ali. Caminhando ao redor do Boomland podemos ver as belas instalações de arte e som sendo apreciadas, enquanto os playgrounds têm Boomers empolgados se divertindo pelas estruturas. Todo o trabalho duro que se dedicou à recosntrução do Boomland nos últimos dois anos certamente valeu a pena e os boomers estão curtindo.

Boom Festival 2018

Dance Dance Dance

Não há nada melhor do que ver um DJ se divertindo enquanto levanta a vibe da pista e o Headroom estava fazendo exatamente isso ao meio-dia. Sua energia manteve um público fiel na pista durante todo o set, apesar do sol quente.

No Alchemy Circle, John ‘00’ Fleming levou as pessoas à uma jornada progressiva bem trabalhada e os sorrisos eram os maiores que já tínhamos visto. Como disse um dos boomers:

"Este é um daqueles momentos verdadeiramente especiais do Boom. . . onde seu coração se abre!"

É fácil esquecer que às vezes o lugar mais legal em Boom é na pista sob a névoa formada pela água sendo pulverizada de canos no teto e os boomers estavam bem à vontade ali. O sorriso de J00F continuou a ficar cada vez maior ao longo de seu set de 4 horas. Como Clare, de Londres, comentou:

"Eu nunca vi um DJ tão feliz!", E essa euforia se traduziu em uma das pistas de dança mais extasiantes que já vimos e sentimos.

Boom Festival 2018

Ott e sua banda ao vivo fizeram sua estréia no Boom às 22h, abrindo o Dance Temple com suas músicas de psy chill que se adequavam perfeitamente às lindas cores da impressionante decoração do Artescape de Carin Dickson. Quando perguntado depois se ele gostou do set, ele respondeu:

"Claro! Como você pode não gostar de alguma coisa em um lugar como este?! Foi incrível, brilhante! E teve equipamento novo! Todo esse equipamento no palco, nós nunca tentamos antes. Foi tudo uma grande experiência! Mas deu tudo certo!"

Ele também deixou um conselho os boomers que vale a pena repetir:

"Beba muita água, fique longe do sol, cuide de seus amigos e aproveite!"

A Zenon (gravadora) tomou conta do Alchemy Circle meia-noite e meia com a dupla australiana Triforce, que tocou um incrível set de 1h30 recheado de basslines. Falando com eles depois, ficaram muito felizes com o resultado. Quando perguntada sobre a falta de representação feminina na lista de Boom deste ano, Charlotte comentou sobre como ela achou a cena Psy Trance acolhedora e inclusiva, o que é ótimo de se ouvir. Mas quanto à falta de mulheres no lineup, precisamos de mais por favor! Charlotte, Thatha (Altruism) e Gelika (Insane Creatures) tocaram sets incrivelmente comoventes e o número de mulheres curtindo com suas músicas na pista mostra quão bem recebidas elas são.

 

Água é Vida

O Boom não seria o mesmo sem o seu incrível lago: é um centro espiritual onde todos nós vamos nadar, nos refrescar, brincar e meditar. Nesta edição, os boomers estão aproveitando o desafio de tentar andar e sentar-se na corda que atravessa parte do lago, enquanto outros carregam grandes flamingos e unicórnios infláveis que sempre servem como uma ótima maneira de encontrar seus amigos na pista.

Boom Festival 2018

Liminal Village

Nós pegamos parte de "Yes We Ban!", em que o Leo Axt, representante da União Eurpéia na Campanha Internacional para Abolir Armas Nucleares (ICAN) e vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 2017 descreveu o caminho para a proibição de armas nucleares. Ele explicou que ganhar o Nobel deu a eles uma visibilidade muito maior em sua busca e como isso os ajudou a persuadir a maioria dos países do mundo a ajudá-los em sua missão.

Como sempre, as perguntas dos boomers iluminaram a discussão, pois foi destacado que é muito mais caro manter armas nucleares do que se livrar delas. Então, por enquanto, a ordem é desativar drasticamente o maior número possível: quando chegarmos aos últimos 500, podemos nos preocupar com esses últimos. Os desafios de abrir a campanha para um público mais amplo com outras questões versus fazer as coisas rapidamente foram abordados, destacando a complexidade da situação.

Um jornalista da revista Canary agradeceu ao Leo pelo seu trabalho árduo, mas depois confrontou um dos "elefantes na sala": Israel tem armas nucleares? Leo deu o exemplo da Alemanha vender submarinos israelenses com capacidade nuclear e descreveu como os contribuintes alemães inadvertidamente ajudaram a pagar por isso. Em suma, a resposta foi: "Chega de enrolar - é claro que eles tem!"

Boom Festival 2018

Foram assuntos sérios para um festival, mas também incrivelmente inspiradores de se ouvir, de se ver o quanto uma equipe pequena, mas muito determinada, conseguiu alcançar. Um enorme obrigado a Leo e a todos na ICAN por nos aproximar tanto de um planeta livre de armas nucleares!

Acompanhamos também o painel de discussão "Food by a Solution: Becoming Food Activism", organizado por Patrick Mallery da Feed Bristol, Steve Rogenstein com a apresentação “O Mundo das Abelhas”, Alfredo Cunhal da Herdade do Freixo do Meio e a ativista alimentar Tristram Stuart , que deu origem a projetos como Feedback e Toast Ale.

O ativismo pode assumir formas diferentes. Quando se trata de comida, cada palestrante efetivamente comunica suas próprias práticas dentro de seus respectivos mundos - seja sobre agricultura coletiva e produção em pequena escala de produtos de alta qualidade, sobre o lugar das abelhas em nosso planeta e como elas são fundamentais para a manutenção de um ecossistema saudável, sobre como nossas vidas na Terra podem ser comparadas a uma grande festa, que devemos manter preservando o lugar onde vivemos, ou até mesmo como compartilhar comida pode ajudar a aumentar a conscientização e contribuir para menos desperdício.

Lições para levar para casa? Façam as coisas juntos. Trabalhando em comunidades, as pessoas são capazes de manter a sua vida ao mesmo tempo que produzem bens sustentáveis, assumindo assim a responsabilidade pelas suas necessidades alimentares e consumo. Salve as abelhas, especialmente as abelhas. Eles são uma espécie gentil que contribui imensamente para a diversidade na natureza. Compre de produtores locais. Compre produtos orgânicos. Considere a comida como um bem comum. Compartilhe. Compartilhe sua comida com um amigo ou, melhor ainda, com um estranho. O compartilhamento está na raiz dos relacionamentos e das amizades e faz parte da cola que une as sociedades humanas.

Os boomers eram altamente ativos em fazer perguntas e debater vários pontos de vista. No final, é para isso que estamos aqui: debater, debater, questionar tudo.

Boom Festival 2018

Confira também

Texto traduzido do blog oficial do Boom.

Comente!

A festa Perfect Line aconteceu nesse sábado (10)
Evento retorna depois de 10 anos ausente
DJ israelense produz vídeo com a proposta de levar o público para dentro da pista
Segundo os autores da pesquisa, os resultados abrem caminho para a aplicação de drogas psicodélicas no tratamento de doenças psiquiátricas

Próximos Festivais

Rajani Trance #04

22/12/2018

Campo Largo - Paraná

Ananta - Psicodelia e Arte #04

Campo Largo - Paraná

Shiva Ohm - A Natureza Mística

16/02/2019

Andradas - Minas Gerais

Assine Nossa Newsletter