Quem é: Rica Amaral

Se você ama PsyTrance deve muito a ele, descubra o por quê

Eliel Cezar em 08 de Dezembro de 2017

No início dos anos 90, se você morasse em São Paulo, poderia marcar uma consulta com o dentista Paulo Ricardo Correa Amaral. Mas isso só até 1995, quando ele conheceu o Psytrance e Luiz Sala (a.k.a. DJ Feio), surfista profissional na época. A partir dessa amizade saía de cena o dentista Paulo Ricardo e surgia o DJ Rica Amaral, um nome que está intimamente ligado com o desenvolvimento do Psytrance brasileiro.

O ano era 1996. O Psytrance ainda era totalmente desconhecido no Brasil. Não havia redes sociais, não havia nem celulares ou internet. Rica e Feio resolveram fazer uma festa de música eletrônica em São Paulo. A festa foi batizada de "Rave XXXPerience", em pouco tempo se tornaria um dos maiores eventos de música eletrônica do Brasil com público ultrapassando facilmente a marca de 20mil pessoas e trazendo em seu lineup todos os maiores artistas de Psytrance do mundo. Até hoje a XXX é considerada a mais antiga festa open air de música eletrônica ainda em atividade no país. Desde 2010 a XXX já não pertence mais à Rica e Feio, mas você pode ler um pouco mais sobre a história do evento clicando aqui.

 

Por isso não é exagero afirmar que Rica é o precursor do psytrance no Brasil e que uma parcela muito grande do público, se hoje conhece ama o Psy e frequenta festivais, deve muito a ele.  Sem se deixar seduzir pelas modas de cada época, em 20 anos de carreira RIca Amaral desenvolveu um estilo próprio e facilmente reconhecido pelo público, sendo altamente respeitado por público e artistas da cena trance nacional e internacional.

Eu nunca fui uma pessoa de seguir moda e sim de usar e abusar da criatividade e pra mim ser DJ é a melhor coisa que existe pois cada set meu é único, se molda ao momento, ao horário. Existe música pra tocar a noite e música pra tocar de dia, existe música perfeita pra tocar quando o dia começa a clarear e música perfeita pro nascer do sol, e quem já viu algum DJ que sabe fazer isso acompanhando os elementos nunca se esqueçe, porque é algo que vai além da música e da dança e de gritos e aplausos e pulos e egos de artistas.  - Rica amaral

Deixar a XXXPerience foi bom para Rica, já que ele se desprendeu podendo seguir sua carreira como Dj, trabalho que ele faz com excelência. Além disso, ele se tornou uma figura símbolo da essência psicodélica brasileira, sem precisar se prender ao que é comercial e sem papas na língua quando precisa falar. Ele soltou o verbo em nossa matéria sobre a tendência de mantras étnicos no Psytrance e também nessa polêmica entrevista que ele concedeu a Roberto Justus: 

Conheça o som

Rica tem suas raízes no full on...

... mas eu projeto de chill out também é excelente e um dos mais ricos e criativos que já tivemos a oportunidade de ouvir, fazendo enorme sucesso por onde passa. Sua capacidade de controlar a pista é algo que impressiona a qualquer um. Esse vídeo do Universo Paralello ficou muito famoso e consegue descrever um pocuo do que é a energia da sua apresentação:

Ele também possui um projeto intitulado de Men2Deep em parceria com o argentino Pragmatix. Confira uma de suas produções:

 

 

Comente!

Confira os relatos de quem está, nesse momento, vivendo o Boom Festival
Confira os relatos de quem está, nesse momento, vivendo o Boom Festival
Confira os relatos de quem está, nesse momento, vivendo o Boom Festival
Saiba o que esperar da próxima edição do Terra, um dos festivais mais respeitados do sul do Brasil
Confira os relatos de quem está, nesse momento, vivendo o Boom Festival

Próximos Festivais

Festival Terra Azul 6 - A Vibração da luz!

Rio Negrinho - Santa Catarina

Bless Nature

08/09/2018

- Paraná

Save The Planet Festival - 2018

05/09/2018

Ouro Preto - Minas Gerais

Assine Nossa Newsletter