O cenário é da música, mas a imagem é fundamental

Publicado em 01/03/2013 - Por

Dançar, rir, pular, divertir-se com os amigos por horas a fio, até não aguentar mais. É o que muitos procuram em uma festa. Quando esse objetivo é alcançado, o resultado é um turbilhão de sentimentos que o público não tem vergonha de exteriorizar. É comum ouvir das pessoas, principalmente em suas primeiras raves ou festivais, que se sentiram fora do mundo real. Ter a liberdade de se expressar sem se sentir intimidado e  compartilhar isso com quem se gosta faz surgir cenas e momentos marcantes, e é aí que começa outra diversão: a fotografia.

Confesso que para mim é um prazer à parte parar por alguns momentos e olhar as várias reações ao meu redor. Ver os clássicos “abraços de rave”, pessoas dançando em um momento de transe absouto, casais se beijando, grupos de amigos compartilhando um momento especial, entre outras imagens clássicas, marcam a nossa memória e fazem valer a pena tê-las registradas para a posteridade, nem que seja para relembrar e matar um pouquinho da saudade da festa que passou. E para quem está atrás da câmera, fica sempre a certeza de que uma imagem vale mais do que mil palavras.

 

 

Por outro lado, a divulgação de boas fotos é uma das grandes táticas utilizadas pelas festas para fazer sua propaganda e conquistar mais público. Quem nunca ficou se mordendo de vontade de ir para o Universo Paralello, Tomorrowland ou Ozora cada vez que vê as fotos das edições anteriores?

Sem falar nas vezes em que você comparilhou uma foto de um evento, só porque achou legal e, ao mesmo tempo, ajudou a divulga-lo. Tudo por uma única imagem.

Para a alegria de público e também das festas, existem diversos bons profissionais nessa área. Infelizmente, eles nem sempre ganham o devido crédito pelo excelente trabalho que realizam, por isso vale a pena conhecê-los:

 

Murilo Ganesh

Murilo é um dos mais destacados fotógrafos profissionais da cena alternativa nacional, formado em Propaganda e Marketing e em Fotojornalismo. Já rodou o mundo fotografando eventos como o Ozora, Transylvania Calling e Universo Paralello.

 

Rodrigo Gomes

Rodrigo Gomes é formado em jornalismo, pela Universidade do Vale do Itajaí(SC), já registrou alguns dos mais importantes eletrônicos do país como Universo Paralello, 303 Art Festival, Tribe, XXXPerience, TribalTech, Kaballah (PR e SP) entre outras.

 

Mush Pics

Criado em 2007, o MushPics iniciou suas coberturas fotografando as principais festas da região de Curitiba e Ponta Grossa. Inicialmente contava com dois fotógrafos (Flávio Ribeiro e Leandro Urban), após 2 anos uma nova integrante passou pela equipe a fotógrafa e beauty artist Mel Zamoner. Hoje o projeto é tocado por um de seus idealizadores, o Fotógrafo Flávio Ribeiro.

Zooe

Zooe é a marca criada por Thiago Dea, e que vem realizando um excelente trabaho na cobertura de festas em Curitiba e Santa Catarina. Apesar de estar fotografando há relativamente pouco tempo, já realizou coberturas em clubs como o Warung, Club! e eventos open air como a Playground Curitiba.

 

Visitar os álbuns desses profissionais é uma verdadeira viagem por diversos festivais e um convite para perder algumas horas em frente ao computador.

 

[products limit="8" orderby="rand" order="rand"]